TEATRO “QUE FANTOCHADA DE REVISTA!”
CACÉM
26 e 27 Maio, “Que Fantochada de Revista!”, no AMAS – Auditório Municipal António Silva.
OFERTA INATIVA 
A oferta expira a
0d
0h
0m
0s
12 000
Ver Opções

DESTAQUES DA OFERTA

Teatromosca
Voucher válido para 1 ou 4 pessoas
“Que Fantochada de Revista!”, pelos Valdevinos Teatro de Marionetas
Que Fantochada de Revista! apresenta-se como uma revista tradicional portuguesa com marionetas. O empresário Ernesto Atanásio está com problemas financeiros para conseguir manter o seu teatro de revista. Acrise é tão grande que Ernesto tem que dispensar os actores e actrizes e trabalhar com marionetas e até ele, tem que interpretar o personagem compére. Mas as marionetas não vão fazer a vida fácil ao Ernesto. Vão mostrar que também têm sentimentos, desejos e direitos como qualquer trabalhador. Todos querem ainda ter uma última oportunidade no mundo do teatro mas para isso esta revista tem que ser um sucesso.E será? Será, será e será em festa!
Ficha Técnica
• Texto: Jorge Trigo
• Encenação: Fernando Cunha
• Interpretação: Ângela Ribeiro (Berta, Clarisse, Josefa Vitorina, Leocádia Aldegundes); Fernando Cunha (Zé dos Manguitos, José sem Teto, Manel Garrafão); Joaquim Guerreiro (Eduardo Ernesto Atanásio, Jeremias Lacinho, Ambrósio Fininho)
• Marionetas e cenografia: Pedro Garcia
• Confeção dos figurinos marionetas: Ana Pinto
• Carpintaria: Fernando Cunha
• Serralharia: Joaquim Guerreiro
• Desenho de luz: Carlos Apolo Martins
• Técnico de luz e som: Carlos Apolo Martins
• Música e letra das canções: Jorge Trigo
• Arranjo das músicas “Despertar em festa” e “Uma fantochada de revista!”: Norma Carvalho
• Arranjos fado/intérpretes: “Fado Gourmet” Moisés Canita (Guitarra Portuguesa), Tiago Fins (Viola)
• Fotografia e vídeo: Ricardo Reis
Data: 26 e 27 de Maio, às 16h
Duração: 60 minutos aprox.
Classificação etária: M/12 anos
Lotação:188 lugares ( 4 lugares para cadeiras de rodas)
Localização:
AMAS - Auditório Municipal António Silva
Shopping Cacém
Rua Coração de Maria, nº1 Cacém

OPÇÕES DISPONÍVEIS

- Teatro ““Que Fantochada de Revista!” 26 de Maio, às 16h: 1 pessoa
- Teatro “Que Fantochada de Revista!” 26 de Maio, às 16h: Pack familiar ( 4 pessoas)
- Teatro ““Que Fantochada de Revista!” 27 de Maio, às 16h: 1 pessoa
- Teatro “Que Fantochada de Revista!” 27 de Maio, às 16h: Pack familiar ( 4 pessoas)
 

CONDIÇÕES

- Voucher válido para o dia escolhido do espectáculo
- Necessário efectuar reserva prévia até 24 horas antes do espetáculo, através do
91 461 69 49, 96 340 32 55 ou teatromosca@gmail.com
- Pode comprar os vouchers que desejar
- Entregar o voucher impresso na bilheteira 30 minutos antes do espetáculo
- A não comparência implica a anulação do voucher
- Sem marcação de lugares.
- Não é possivel alterar ou cancelar este cupão.

DESCRIÇÃO DETALHADA

Os Valdevinos Teatro de Marionetas tem mais uma nova e arrojada produção no ano em que comemora vinte anos e dois anos de atividade da Casa da Marioneta.Pela primeira vez apresenta uma peça de Teatro de Revista para Marionetas,correspondendo ao género teatral mais popular no público português – A Revista à Portuguesa. Os atores são marionetas que representam personagens caraterísticas da Revista. Elas contracenam com um ator humano,que nesta peça desempenha dois papéis, o de empresário teatral e o de compère. A tradição da Revista é bem patente nesta peça onde há a necessária crítica social e política.

Teatromosca
O teatromosca é uma companhia de teatro fundada em Sintra em 1999. Produziu espetáculos com textos de Eric Bogosian, John Berger, Samuel Beckett, Francisco Luís Parreira, Gil Vicente, Gao Xingjian, Sharman Macdonald, entre outros. Coproduziu projetos com o Centro Cultural Olga Cadaval, Theatro Circo de Braga, Casa Conveniente, CAPa, Fundação Cultursintra, Fundação para a Ciência e o Desenvolvimento, Lugar Comum, Festival de Sintra, entre outros. Recentemente, produziu a Trilogia Norte-Americana, adaptando três dos mais influentes romances norte-americanos (Moby-Dick; O Som e a Fúria; Fahrenheit 451), com direção artística de Pedro Alves.

É objetivo da companhia garantir colaborações com estruturas artísticas e culturais afins, e outras instituições, de natureza diversa, de implantação local, nacional ou internacional. O teatromosca tem procurado diversificar e consolidar essa rede, envolvendo parceiros e coprodutores em todo o processo de criação dos projetos, através da sua participação em diferentes fases. Ao mesmo tempo que procura servir um circuito nacional e internacional de intercâmbio de projetos, a companhia pretende trazer para Sintra outros projetos e estruturas com quem se tem cruzado, com quem tem colaborado ou com quem tem afinidades artísticas.

Quatro dos seus últimos espetáculos foram escolhidos pelo crítico de teatro do semanário Expresso como dos melhores espetáculos teatrais apresentados em Portugal. Entre outros projetos, a companhia organiza anualmente o MUSCARIUM - festival de artes performativas em Agualva-Cacém-Sintra, assegura a tutoria do grupo de teatro Duas Senas em parceria com o Centro de Educação para o Cidadão Deficiente de Mira Sintra, e possui um projeto editorial, a moscaMORTA, que, anualmente, promove a edição de textos dramáticos originais de jovens dramaturgos portugueses ou outros textos relacionados com as artes do espetáculo.

Desde 2008, a companhia está sediada na Casa da Cultura Lívio de Morais, em Mira Sintra, onde desenvolve grande parte das suas atividades. É nesse espaço que funciona o Departamento de Pedagogia e Animação (DPA) do teatromosca, responsável por um conjunto de projetos com a comunidade (aulas de teatro, ateliês, cursos para profissionais e amadores e os projetos Teatro Duas Senas e Ao Encontro do Tempo). A partir de 2017, a companhia passou a gerir e programar o AMAS - Auditório Municipal António Silva, no Cacém, uma sala de espetáculos com 188 lugares.

CONTACTOS E LOCALIZAÇÃO

Teatromosca
AMAS - Auditório Municipal António Silva
2735-470 Cacém
T. 91 461 69 49 | 96 340 32 55

VER MAIS OFERTAS
Este website utiliza cookies para garantir uma melhor experiência de navegação. Para aceitar o seu uso basta continuar a navegar. Consulte mais informações aqui